Arquivos junho 2019

Bacharelado x Licenciatura: qual a diferença entre os dois?

Ao sair do ensino básico, o jovem é tomado por diversas dúvidas: como será o vestibular? Qual curso superior fazer? Qual é a minha vocação profissional? Em suma, inúmeras perguntas surgem em sua mente, pois ele tem ciência de que a escolha errada poderá afetar o seu futuro.

Outra pergunta que geralmente inquieta a mente dos jovens quando estão pesquisando sobre cursos superiores é: qual é a diferença entre bacharelado e licenciatura? Problematização mais do que normal para quem ainda está dando os seus primeiros passos rumo à faculdade ou universidade.

Para ajudá-los nessa fase super importante de suas vidas, apresentamos, a seguir, as principais diferenças entre esses dois mundos que estão super conectados. Confira!

Bacharelado

O bacharelado é um tipo de graduação que se volta a formar pessoas para o mercado profissional, seja ele privado ou público. Simples assim.

Atualmente, a maioria dos cursos superiores é da ordem do bacharelado. Alguns exemplos de cursos que podemos citar são: Direito, Jornalismo, Relações Públicas, Engenharia Civil, Mecânica, de Produção, Ambiental, Medicina, Enfermagem, Fisioterapia, Nutrição, Administração, Ciências Contábeis e Economia.

Observe que trata-se de cursos que são facilmente absorvidos pelo mercado, tendo alguns, inclusive, reserva de mercado, como é o caso de Contabilidade, em que é exigido que exista um contador por empresa — pode-se contar também com escritório de contabilidade.

Licenciatura

Já licenciatura é a modalidade de graduação que se dedica a formar pessoas interessadas em ensinar os cursos aos quais elas estão vinculadas em escolas privadas ou públicas, bem como em universidades ou faculdades. De modo direto: o objetivo da licenciatura é qualificar a pessoa para o ofício do ensino.

Alguns exemplos de licenciatura que podemos citar são: Matemática, História, Educação Física, Biologia, Ciências Sociais, Letras, Geografia, Física, Química, Filosofia e Religião.

Considerações importantes a respeito da licenciatura e do bacharelado nos dias atuais

Como vimos, a licenciatura e o bacharelado se distanciam pela finalidade que possuem e assim foi durante um bom tempo. No entanto, nos dias atuais, as fronteiras desse distanciamento estão, aos poucos, dissolvendo-se. Isso porque é possível encontrar profissionais com licenciatura atuando em empresas públicas e privadas, bem como bacharéis atuando como professores.

Nas universidades e faculdades o que não faltam são exemplos nesse sentido. Pessoas com bacharelado atuando como professores do curso no qual se formaram.

Há empresas que também contratam pessoas formadas em ciências sociais para analisar seus dados sociais, de maneira a garantir maior assertividade em suas decisões. De igual modo acontece com o químico, biólogo e com outras licenciaturas.

Diante disso, chega-se à conclusão que há um diálogo estreito e até mesmo intenso entre as licenciaturas e os bacharelados nos dias atuais.

Cursos com duas graduações

Por fim, cumpre ressaltar que alguns cursos oferecem as duas graduações — licenciatura e bacharelado, como Biologia, Educação Física e Geografia, por exemplo, de modo a ampliar as oportunidades do aluno.

Agora que sabe o básico a respeito da diferença entre licenciatura e bacharelado, ficou bem mais fácil tomar uma decisão. Tome aquela que vai garantir um futuro promissor para você.

Gostou deste conteúdo e deseja ler outros? Então, não deixe de acessar nosso blog agora mesmo! Estamos sempre publicando artigos que podem enriquecer ainda mais os seus conhecimentos.


Quatro dúvidas mais comuns de quem pretende fazer uma faculdade EAD

A educação à distância não para de crescer. De acordo com dados do Ministério de Educação (MEC), hoje, ela responde por cerca de 18,6% das matrículas de alunos do ensino superior. Percentual que equivale a cerca de 1,5 milhão de graduandos. Os principais motivos que levam os alunos a estudarem a distância são, conforme os especialistas, facilidade, comodidade e autonomia na hora de aprender.

Com esse cenário, é de se imaginar porque tantos alunos estão se rendendo às vantagens do ensino a distância. Ainda assim, muitas pessoas possuem dúvidas com relação à faculdade EAD. Hoje, abordamos as quatro mais frequentes. Confira!

1. Cursos de faculdades EAD são reconhecidos?

Para oferecer um curso no formato EAD, seja ele técnico, de graduação ou pós-graduação, é preciso respeitar a legislação vigente que trata da educação brasileira, como a Lei de Diretrizes e Bases da Educação. Não só isso, é fundamental também apresentar um conjunto de documentos ao MEC para que este valide e homologue o curso requerido.

Se aprovado, o curso se submete às mesmas exigências que são impostas aos cursos de natureza presencial, como avaliação periódica que definirá o conceito do curso. Mas, antes de escolher o curso que deseja fazer, é importante saber se ele é reconhecido pelo MEC.

2. Cursos EAD são mais fáceis dos que os que são ministrados presencialmente?

Muitos estudantes são levados a pensar que cursos no formato EAD são mais fáceis que os que possuem natureza presencial. Não é bem assim, cumpre dizer.

Os cursos EAD funcionam, basicamente, da mesma maneira que um curso presencial, com a ressalva de que ele é ministrado à distância. Assim, requer também dedicação, disciplina e um tempo para estudo, fora do ambiente de aprendizagem.

3. Cursos EAD têm prova?

Sim, os cursos EAD têm provas que são realizadas, geralmente, no final do semestre — trata-se de uma espécie de prova geral que busca avaliar se o aluno conseguiu aprender o assunto ministrado ao longo desse período.

Antes dessa prova, de caráter mais global, vários testes são realizados para aferir o nível de aprendizagem do candidato por módulo de ensino. No entanto, são testes realizados na própria plataforma, ao passo que a de caráter global é aplicada, geralmente, presencialmente, no polo de ensino.

4. No EAD, o aluno estuda o tempo todo sozinho?

Não. No ensino à distância, existem tutores à distância e professores formadores presenciais. Assim, ao longo do curso, o aluno é assistido e as suas dúvidas são tiradas por esses profissionais, de modo que assim ele tenha uma formação completa, dentro dos padrões de qualidade esperados.

O tutor presencial aplica provas e tira dúvidas no polo no qual ele presta serviço. Já o tutor à distância fica disponível praticamente o tempo que for preciso para garantir que o aluno prossiga nos estudos.

Como se viu, o ensino EAD requer dedicação, esforço e competência para garantir um ensino aprendizagem completo e que faça a diferença na vida do aluno, qualificando-o para o mercado, seja público ou privado.

Ainda tem outras dúvidas? Então, entre em contato conosco! A nossa equipe de profissionais está pronta para tirar todas as dúvidas que tenha a respeito do ensino EAD.