Quatro dúvidas mais comuns de quem pretende fazer uma faculdade EAD

A educação à distância não para de crescer. De acordo com dados do Ministério de Educação (MEC), hoje, ela responde por cerca de 18,6% das matrículas de alunos do ensino superior. Percentual que equivale a cerca de 1,5 milhão de graduandos. Os principais motivos que levam os alunos a estudarem a distância são, conforme os especialistas, facilidade, comodidade e autonomia na hora de aprender.

Com esse cenário, é de se imaginar porque tantos alunos estão se rendendo às vantagens do ensino a distância. Ainda assim, muitas pessoas possuem dúvidas com relação à faculdade EAD. Hoje, abordamos as quatro mais frequentes. Confira!

1. Cursos de faculdades EAD são reconhecidos?

Para oferecer um curso no formato EAD, seja ele técnico, de graduação ou pós-graduação, é preciso respeitar a legislação vigente que trata da educação brasileira, como a Lei de Diretrizes e Bases da Educação. Não só isso, é fundamental também apresentar um conjunto de documentos ao MEC para que este valide e homologue o curso requerido.

Se aprovado, o curso se submete às mesmas exigências que são impostas aos cursos de natureza presencial, como avaliação periódica que definirá o conceito do curso. Mas, antes de escolher o curso que deseja fazer, é importante saber se ele é reconhecido pelo MEC.

2. Cursos EAD são mais fáceis dos que os que são ministrados presencialmente?

Muitos estudantes são levados a pensar que cursos no formato EAD são mais fáceis que os que possuem natureza presencial. Não é bem assim, cumpre dizer.

Os cursos EAD funcionam, basicamente, da mesma maneira que um curso presencial, com a ressalva de que ele é ministrado à distância. Assim, requer também dedicação, disciplina e um tempo para estudo, fora do ambiente de aprendizagem.

3. Cursos EAD têm prova?

Sim, os cursos EAD têm provas que são realizadas, geralmente, no final do semestre — trata-se de uma espécie de prova geral que busca avaliar se o aluno conseguiu aprender o assunto ministrado ao longo desse período.

Antes dessa prova, de caráter mais global, vários testes são realizados para aferir o nível de aprendizagem do candidato por módulo de ensino. No entanto, são testes realizados na própria plataforma, ao passo que a de caráter global é aplicada, geralmente, presencialmente, no polo de ensino.

4. No EAD, o aluno estuda o tempo todo sozinho?

Não. No ensino à distância, existem tutores à distância e professores formadores presenciais. Assim, ao longo do curso, o aluno é assistido e as suas dúvidas são tiradas por esses profissionais, de modo que assim ele tenha uma formação completa, dentro dos padrões de qualidade esperados.

O tutor presencial aplica provas e tira dúvidas no polo no qual ele presta serviço. Já o tutor à distância fica disponível praticamente o tempo que for preciso para garantir que o aluno prossiga nos estudos.

Como se viu, o ensino EAD requer dedicação, esforço e competência para garantir um ensino aprendizagem completo e que faça a diferença na vida do aluno, qualificando-o para o mercado, seja público ou privado.

Ainda tem outras dúvidas? Então, entre em contato conosco! A nossa equipe de profissionais está pronta para tirar todas as dúvidas que tenha a respeito do ensino EAD.