Tudo o que você precisa saber sobre o mercado de Educação Física

O Brasil ainda é um dos líderes mundiais de sedentarismo, mas está claro que cada vez mais pessoas estão despertando para a necessidade de adquirir saúde e bem-estar. Basta olhar ao seu redor a quantidade de gente frequentando academia, correndo na rua ou fazendo qualquer tipo de exercício. O que isso significa? Que essa tendência abre cada vez mais possibilidades para o profissional de Educação Física.

É justamente por estar tão conectada com a mudança de hábitos da população que esta área representa um enorme potencial para quem pretende cursá-la. Se você gosta deste nicho de esportes e saúde e quer ingressar em uma área com bastante emprego e áreas de atuação diversificadas, a Educação Física é o seu lugar.

Se você ainda estiver inseguro, não tem problema: neste artigo, você poderá conferir tudo o que precisa saber sobre o mercado de Educação Física.

Possibilidades diversas

Como supracitado, o grande barato da área de Educação Física é a possibilidade de trabalhar em diversos segmentos.

Além das academias, é possível atuar como professor de Educação Física no Ensino Fundamental/Médio ou fazer parte de clubes atléticos e assessorias esportivas. Para além, também é possível trabalhar em ambientes bem diferentes, como em empresas, através da ginástica laboral, ou de clínicas, a partir das avaliações físicas.

Profissionais de Educação Física também podem se especializar em esportes específicos, sejam eles individuais ou coletivos. Isso para não falar de outras tantas áreas, como crossfit, musculação, pilates, zumba, ioga e por aí vai.

Carreiras em alta

Entre as carreiras mais promissoras deste nicho, a de personal trainer naturalmente assume uma grande relevância. Este profissional atua principalmente nas academias, fazendo um trabalho personalizado de acordo com as necessidades de cada aluno.

Se você pretende ser personal trainer, tenha em mente que um trabalho multidisciplinar nesta área é indispensável. Portanto, conte com o apoio de profissionais como nutricionistas e fisioterapeutas através de parcerias.

Outra carreira em alta é na área de gestão, seja em uma academia ou mesmo em uma clínica. Naturalmente, esta posição é ocupada por profissionais que já possuem uma vivência maior na área.

Neste contexto, cada vez mais empreendedores estão prosperando com projetos voltados para esse segmento. Já pensou em abrir a sua própria academia?

Salários

Como estamos falando de áreas de atuação tão distintas, a remuneração costuma variar na mesma proporção.

De qualquer forma, é possível fazer uma estimativa. Profissionais no início de carreira costumam ganhar algo em torno de R$ 1,5 mil a R$ 2 mil. Conforme ganham mais experiência, este salário pode chegar na área dos R$ 5 mil. Já aqueles que atingem uma maior reputação na área – algo que hoje em dia também é impulsionado pela imagem nas redes sociais – pode extrapolar tais valores com tranquilidade.

Sendo assim, a Educação Física definitivamente é uma área que pode oferecer um direcionamento voltado para as suas habilidades e preferências pessoais, impulsionando uma carreira de sucesso.

Gostou do artigo? Se você ficou convencido a seguir carreira na Educação Física, não perca tempo: matricule-se na Unip agora mesmo!