Gastronomia: como está o mercado para essa área de atuação?

Um profissional da gastronomia pode trabalhar como cozinheiro, chefe de cozinha, administrador de estabelecimento ou inspetor alimentar. A área é abrangente, por isso o mercado para esta área de atuação está aquecido. Como as pessoas trabalham quase o dia todo, a demanda por bons serviços gastronômicos é constante.

O cargo mais almejado por estudantes de gastronomia é o de chefe de cozinha, que comanda cozinhas em restaurantes, hotéis, resorts, bufês, entre outros estabelecimentos. Ele concebe, planeja e executa cardápios, além de gerenciar outros cozinheiros. Por isso, é um profissional que precisa de diversos conhecimentos, que vão da história dos alimentos à liderança de pessoas.

Como está o mercado de gastronomia

Nos últimos anos o mercado de gastronomia teve uma considerável expansão. Novos nichos surgiram, o que exigiu novas expertises e proporcionou novas opções aos profissionais da área. Um exemplo são os foodtrucks, que diversificaram os serviços e auxiliaram o trabalho de microempreendedores.

O público hoje está mais exigente, conhece mais de gastronomia e deseja experimentar novos pratos e bebidas. Por isso, restaurantes, bares e lanchonetes passaram a demandar por mais profissionais qualificados. Quem possui conhecimento de gastronomia e consegue agregar qualidade a essas empresas tem emprego garantido.

Além desses estabelecimentos, a demanda por profissionais de gastronomia cresceu em hotéis, indústrias, hospitais e cruzeiros. Também há um grande mercado para quem deseja atuar com consultoria e prestação de serviço para eventos ou domicílios. Assim, o profissional possui meios para ter uma renda considerável.

O salário depende do cargo que o profissional ocupa, bem como da experiência e qualificações na área. Alguns profissionais se especializam em administração e atendimento, mas todos costumam dominar técnicas de preparo, segurança e higiene alimentar.

Carreira

Os cargos dentro da área de gastronomia costumam ser flexíveis para o aspirante. Para começar a trabalhar, basta que ele tenha paixão por cozinhar. Ele deve ter destreza para executar as mais diversas funções na cozinha e habilidades para atingir certo nível de qualidade nos pratos em um determinado tempo de preparo. Por isso, interesse e dedicação são fundamentais para o trabalho em gastronomia. O estudo e aprendizado devem ser constantes, através de cursos, workshops, leituras, vídeos e da convivência com profissionais experientes e de alto nível.

O domínio de diferentes técnicas, somado às habilidades em realizar pratos, irão oferecer vantagens competitivas para o profissional. No entanto, seja ele cozinheiro, aspirante a chefe ou administrador de estabelecimento, o estudo é fundamental.

Curso de gastronomia

Os interessados em ingressar na área de gastronomia podem fazer um curso de tecnologia em gastronomia, que permite atuação em diversos segmentos da área, nas mais variadas empresas.

O curso facilita a entrada em empresas comerciais ou não, autônomas ou integradas a escola, hotéis, clubes, entre outras empresas. Além disso, o diploma também ajuda a trabalhar em buffet, banquetes e distribuição de produtos gastronômicos, ou seja, o curso de gastronomia garante mais segurança, pois amplia a área de atuação.

Se você tem interesse no curso de Gastronomia, vale a pena conhecer a modalidade EaD. Saiba mais através da nossa página!