O ensino semipresencial

A educação, no Brasil, passou uma democratização, nos últimos anos. Foi graças a isso que mais pessoas ingressaram em escolas e universidades, instituições de ensino foram criadas e novas modalidades de estudo também. Hoje, o estudante pode optar por um curso presencial, semipresencial ou a distância.

Cada uma das modalidades atinge pessoas com interesses e realidades diferentes. Discutiremos, a seguir, quando o curso semipresencial é uma boa opção.

O que é a modalidade de ensino semipresencial?

Como o próprio nome diz, o método semipresencial reúne parte das características do presencial e outra do totalmente à distância. Dessa forma, o estudante de graduação ou pós-graduação alterna entre ir à estrutura da instituição de ensino e ficar em sua casa, por exemplo, e estudar por um ambiente virtual.

No curso a distância, os alunos se deslocam para a universidade apenas em casos específicos, como provas e trabalhos. A lista de presença, também, é feita virtualmente. Já os presenciais são a modalidade mais tradicional de estudo, até hoje.

Curiosamente, os cursos semipresenciais foram os últimos a serem criados. Eles surgiram a partir de duas formas bem parecidas. A primeira: de cursos presenciais que passaram a disponibilizar conteúdos online. E a segunda: cursos a distância que necessitaram de um espaço físico.

O Ministério da Educação (MEC) classifica como semipresencial, o curso que oferece no máximo 20% das aulas à distância. Essa é a instituição que valida e certifica todas as universidades e escolas. Então, ao procurar por uma opção, escolha uma reconhecida pelo MEC.

Como funcionam cursos semipresenciais?

Como serão divididas as aulas é critério da universidade, embora o limite de 20% de aulas a distância tenha que ser respeitado.

No caso das aulas online, normalmente, ocorrem transmissões entre os estudantes e professores. O que permite que uma pessoa esteja fora da cidade, por exemplo.

Quando as aulas não são transmitidas, podem ser gravadas. Assim, elas são disponibilizadas para os alunos matriculados e apresentam um prazo para sua conclusão.

Isso também acontece com as tarefas. Diferente das aulas presenciais, os alunos têm controle dos conteúdos a que assistirão, seja a data ou o horário.

O ensino semipresencial funciona para quem?

A primeira justificativa para escolher um curso semipresencial é a solução de uma dúvida. Muitas pessoas têm dificuldade para decidir se ingressam na modalidade presencial ou na a distância. Normalmente, a indecisão acontece por receio de perder as vantagens de cada método. Dessa forma, optar pelo semipresencial pode ser uma boa ideia.

Além disso, a rotina das pessoas influencia bastante na escolha. Filhos, trabalho, outra faculdade, difícil locomoção, ou até mesmo dificuldade financeira são fatores que pesam na hora da escolha.

O ensino semipresencial é, então, sinônimo de flexibilidade. É a alternativa para quem não pode frequentar um curso presencial em sua totalidade, mas não abre mão da aula física.

No entanto, não é fácil. Estudar online requer bastante disciplina e foco. Essas qualidades, se adquiridas durante o curso, farão muita diferença no mercado de trabalho também.

Quer saber mais sobre as vantagens da graduação ou da pós-graduação semipresencial? Acesse nosso site e descubra qual é a melhor maneira para você estudar.


Oportunidades para tecnólogos em Negócios Imobiliários

O curso superior de Negócios Imobiliários EAD tem chamado muito a atenção de diversos estudantes por dar a oportunidade de ingressarem em um mercado que está em plena expansão.

Este curso tecnológico forma profissionais que podem atuar em qualquer função no ramo imobiliário, seja com locação, venda, financiamentos e até permutas de imóveis.

A responsabilidade deste profissional é de permitir ótimos negócios no que diz respeito à comercialização de imóveis, tanto residenciais quanto comerciais. Ele deve garantir ao cliente um bom contrato e oferecer imóvel em bom estado de conservação.

Além disso, ele pode trabalhar no departamento de marketing de uma imobiliária e fazer todo o trabalho da parte de lançamentos. Caso deseje atuar como autônomo, o formado pode dar assistência ao cliente no momento de escolher um local para adquirir ou alugar.

Esse tecnólogo tem um leque de opções que ainda conta com a indústria da construção civil, uma vez que ele tem a possibilidade de trabalhar em escritórios de advocacia, voltados para este ramo, além de administradoras de condomínio.

Como está o mercado de trabalho?

Nos últimos anos, o mercado tem estado aquecido, principalmente no que diz respeito à locações de imóveis. Isso acontece, pois a oferta ainda é maior que a procura e isso também influencia os processos de venda.

Um dos setores que continua aquecido é o de venda de imóveis de luxo. Devemos evidenciar que o corretor imobiliário costuma ganhar uma comissão de cerca de 6% no valor de uma venda ou locação de um imóvel. Consequentemente, sabemos que quanto maior o valor dele, maior a comissão.

Funções aprendidas no curso de Negócios Imobiliários EAD

1. Abrir o próprio negócio e com isso criar um portfólio profissional;

2. Trabalhar com intermediação de venda, locação, compra, permuta, etc;

3. Gerir condomínios residenciais e não residenciais;

4. Tornar-se consultor em questões de parcelamento de imóveis;

5. Ser consultor em questões imobiliárias, assessorando corretores.

Existem inúmeras outras funções que podem ser exercidas pelo formando em Negócios Imobiliários da UNIP.

Vantagens de cursar Negócios Imobiliários EAD na Unip

Acreditamos que uma das maiores vantagens dos cursos EAD é justamente a flexibilidade de horário, uma vez que o aluno pode fazer no horário que lhe for mais conveniente.

Além disso, o curso de Negócios Imobiliários vai permitir que o estudante aumente seus conhecimentos nesse ramo e tenha mais oportunidade de conseguir um espaço no mercado de trabalho.

Garantindo uma formação completa, o tecnólogo vai adquirir conhecimentos para criar estratégias de compra e venda, locação e permuta de imóveis. Entenderá também sobre diversos aspectos da administração de condomínios.

Obter noções de marketing para o lançamento de imóveis é um dos focos do nosso curso, pois essa é uma das áreas em maior expansão dentro desse nicho.

Na Unip a metodologia é moderna e permite ao aluno que tire todas as suas dúvidas de forma efetiva e consiga uma formação mais completa.

Buscar conhecimento na área é um dos primeiros passos para quem deseja alcançar o sucesso no ramo imobiliário e com a grade curricular da nossa universidade, isso fica ainda mais fácil.

Entre em contato conosco e conheça mais sobre o curso de Negócios Imobiliários EAD da Universidade Paulista (Unip).


Por que fazer uma graduação?

Você já deve ter escutado que ter uma graduação é o pontapé inicial para o sucesso profissional. Mas, você deve estar se perguntando: essa afirmação é verdadeira? Sim! Sem dúvida alguma, ter um diploma abre muitas portas no mercado de trabalho.
E não só isso! Ter um nível superior pode até triplicar a renda segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnadc) de 2018 e divulgada pelo IBGE.
Antes de explicar o porquê, é importante compreender, de fato, o que é uma graduação, não é verdade? Então vamos lá!

O que é graduação?

Graduação refere-se ao ensino superior. É o nível de ensino que vem depois do Ensino Médio e permite aquele que se formou exercer a profissão na qual estudou.
Existem diversas instituições de ensino superior no Brasil e são elas que disponibilizam os cursos de graduação. São classificadas em faculdade, centro universitário e universidade de acordo com alguns critérios do Ministério da Educação (MEC).

Como fazer uma graduação

A exigência para a realização de uma graduação é a conclusão do ensino médio. Diferente do ensino básico, onde há vagas gratuitas para todos os estudantes na rede pública, no ensino superior é diferente.
As vagas são limitadas e o processo seletivo, chamado de vestibular, que comprova os conhecimentos dos estudantes nas universidades públicas são extremamente concorridos. Apenas quem alcança as melhores notas são selecionados e há candidatos que tentam há anos.
Há também faculdades particulares com um nível de qualidade alto e profissionais altamente capacitados que disponibilizam vagas em todos os cursos.

Motivos para fazer uma graduação

Além de abrir portas e aumentar as chances de ganhos salariais, realizar uma graduação oferece diversos outros benefícios. Um deles é a aquisição de conhecimentos, afinal de contas, “conhecimento é poder”.
A obtenção de conhecimentos amplia a visão crítica e desenvolve a capacidade de tomar decisões acertadas. E isso não apenas no lado profissional, mas também no pessoal, ao educar um filho, por exemplo, visto que proporciona uma análise mais assertiva das situações cotidianas.
Para quem sonha em ter turbinar a carreira, o primeiro passo é a graduação. Alguns cargos, por exemplo, exigem um diploma de nível superior. Além disso, oferece mais chances de crescimento no emprego atual.
O retorno salarial também é muito mais positivo para quem tem uma graduação. De acordo com dados da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), a diferença entre quem possui diploma e que não possui chega a mais de 150%.
Pode-se destacar ainda possibilidade de especialização, o que também aumenta as chances de melhorar a carreira, fazer network, visto que há uma interação com diversos professores e outros alunos, possibilidades de intercâmbio, para quem sonha em ter uma experiência fora do país e muito mais.
E não adianta dizer que a rotina puxada não permite a entrada num curso de nível superior. Isso porque, os cursos de graduação a distância têm conquistado cada vez mais adeptos.

Vantagens da graduação a distância

Estudar a distância é uma excelente oportunidade para quem não tem tempo e sonha em ter um diploma de nível superior. Atualmente, o número de alunos nessa modalidade de ensino já supera 1,3 milhão.
Alguns dos principais benefícios são a possibilidade de estudar de forma mais tranquila, pois os materiais ficam disponíveis e podem ser acessados a qualquer momento, comodidade, economia de tempo, interação, além de todos as demais vantagens de qualquer curso presencial. Saiba mais acessando nosso site!


Oportunidades para graduados em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

O curso superior de Análise e Desenvolvimento de Sistemas prepara profissionais para as novas demandas do mercado. A área de tecnologia está abrindo cada vez mais oportunidades para profissionais capacitados e motivados a desenvolverem seus potenciais.

Em quais áreas posso trabalhar?

O graduado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas tem a possibilidade de trabalhar em áreas que requerem uma visão estratégica e em áreas de aplicação prática. Os cargos mais recorrentes são de Analista de Sistemas, Projetista de Software, Desenvolvedor de Software e Gerente de Projetos de Sistemas de Informação.

Como é o mercado de trabalho para Analistas e Desenvolvedores de Sistemas?

Há poucos anos, era difícil imaginar que grande parte da população teria em mãos dispositivos móveis que permitiriam acesso à internet. Hoje, já nos deparamos com uma realidade totalmente diferente, além a popularização dos smartphones, possuímos serviços de streaming que estão mudando os hábitos de consumo de todo o mercado audiovisual. A educação também está passando por transformações tecnológicas, uma vez que cursos a distância estão ganhando cada vez mais adeptos e entusiastas.
Os profissionais das áreas de tecnologia já possuem muito mais oportunidades profissionais estabilizadas, e muito provavelmente esse mercado precisará ainda mais de pessoas com conhecimentos específicos para atender as demandas que ainda não foram criadas.
As oportunidades de ingressar e ter crescimento profissional na área de Análise e Desenvolvimento de Sistemas são animadoras. Acontecimentos sociais, como as eleições americanas que elegeram o presidente Donald Trump e todo o escândalo envolvendo a Cambridge Analytica, alteraram e vão alterar ainda mais o que se entende por segurança de dados dos usuários. Os profissionais de tecnologia têm uma grande oportunidade de investir em conhecimento na área de segurança da informação e redesenhar a carreira profissional.

Quais cursos de atualizações posso fazer?

A área da tecnologia está sempre se renovando, é preciso estar atento e não deixar de investir em conhecimento. Há pouco tempo, não se falava em moedas digitais ou em trabalhar em novas soluções de plataformas em nuvens, no entanto, hoje essa realidade atinge desde grandes empresas até usuários primários.
Deve-se atentar às tendências que as grandes companhias seguem, Microsoft, Google, Apple e Amazon estão entre as maiores empresas mundiais de tecnologia e poderá ser de grande ajuda entender quais os requisitos são exigidos para se trabalhar em uma dessas gigantes.
As especializações em cursos que envolvem segurança e banco de dados estão em evidência e poderão ajudar na hora de concorrer a uma vaga de emprego. Investir em um bom networking também poderá auxiliar a estar em contato com novas tecnologias e tendências do mercado.
Dominar o inglês vai ser cada vez mais essencial para conseguir acompanhar todas as transformações e evoluções que esse mercado passa. Ultrapassando essa etapa, ficará mais fácil acessar as certificações específicas que, muitas vezes, demoram para chegar ao consumidor com tradução.

Onde encontrar o curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas?

A Universidade Paulista – UNIP é uma das maiores e mais conceituadas instituições de ensino superior do país, confira como ingressar e dê o primeiro passo para mudar seu futuro.


A importância de uma pós-graduação

Em um mercado saturado e extremamente competitivo é vital ter diferencial para destacar-se. A graduação segue sendo fundamental, contudo, não mais suficiente para garantir um lugar mais estável no conturbado mercado de trabalho. Nesse panorama, a pós-graduação se mostra um upgrade importante na carreira.

Por que investir em uma pós-graduação?

A oportunidade de ingressar em um curso de pós-graduação possibilita atualização, atualizando o profissional com as novas tendências, inclusive com novas tecnologias, propiciando muitas vezes tal oportunidade a um profissional que antes ainda trabalhava com metodologias hoje obsoletas.

Um curso de pós também amplia o leque de contatos, propiciando novas oportunidades, afinal, visibilidade é necessária para o surgimento de novas oportunidades. A educação continuada é a chance de um aprimoramento profissional com uma área de interesse, possibilitando aulas com um viés prático e uma perspectiva mais ampla da profissão em questão.

No caso de um profissional afastado há um tempo da academia, ingressar na pós-graduação é um recomeço. A possibilidade de novos conhecimentos e contatos, também pode ser a oportunidade de tomar um rumo diferenciado na carreira. Isso sem contar que continuar os estudos demonstra gana enquanto profissional, afinal, caracteriza um profissional que não se acomodou e está sempre em busca de novos conhecimentos e perspectivas profissionais.

Outro ponto importante é que enquanto a graduação tem caráter mais generalista, a pós-graduação centra em um aspecto mais particular, aprofunda-se em determinado segmento. Isso caracteriza as especializações como um investimento em tornar-se referência em um segmento específico, o que configura relevância ao título em questão.

Vantagens para a carreira

Um título de pós-graduação traz chances reais de maiores remunerações, afinal, o título concede um status maior ao currículo do profissional, que se torna mais qualificado e atualizado. Além de maior remuneração, uma especialização também propicia maiores posições e cargos, pois consolida o profissional como especialista em determinada categoria. O contato com profissionais que estão em posição favorável no mercado, sejam eles professores ou colegas de sala de aula, e atuam diretamente com as novas tendências é promissora para a carreira.

 

Chances de empregabilidade

Todavia, ainda proporciona melhorias para quem está fora do mercado de trabalho, seja por motivos de ser recém-formado ou desemprego pelo inchaço do mercado. As chances de empregabilidade e de campos de atuação aumentam consideravelmente com um diploma de pós-graduação, logo, a continuação dos estudos mostra-se extremamente vantajosa neste cenário.

Possibilidade de empreender

Com a dificuldades vigentes no mercado e o aumento no número de desempregados, muitos profissionais hoje querem criar seu próprio negócio. Determinadas pós e o MBA habilitam expertises necessárias para esse aspecto. Ter um negócio próprio é um investimento promissor e se mostra extremamente relevante na contemporaneidade. Ao adquirir as habilidades necessárias, por meio dos estudos com foco em empreendedorismo, conhecimento estratégico e gerenciamento, é possível pensar em investir na própria marca.

Faça sua pós-graduação na UNIP

A escolha de uma instituição com grande qualidade e excelência em ensino também é etapa importante. A UNIP dispõe de uma gama de cursos de graduação e pós-graduação, sendo um local ideal para quem busca conhecimento especializado e crescimento profissional.  Veja no nosso site e entre em contato conosco para maiores informações.


Quais as oportunidades para graduados em Serviço Social?

Se você está se graduando ou pensa em cursar a faculdade de Serviço Social e quer saber quais são as áreas que você poderá atuar profissionalmente, chegou ao local certo. No artigo de hoje, vamos abordar um pouco sobre essa profissão que tem um propósito tão bonito perante os outros seres humanos.

Graduação em Serviço Social

Quando você é graduação em Serviço Social, você se tornar um assistente social. Esse profissional tem o compromisso de planejar, implementar, coordenar e avaliar as políticas e os projetos sociais que tenham relação com indivíduos, grupos, comunidades e instituição.

Durante o curso de Serviço Social, o estudante é instigado a ter compreensão crítica sobre os problemas sociais e deve ter o domínio de teorias e métodos para agir com processos sociais durante o dia a dia de profissão.

Mercado de trabalho para o Serviço Social

O mercado de trabalho desta profissão está em crescimento e novas áreas de atuação estão sendo incluídas. O campo de atuação tradicional é conhecido pela atuação no amparo às pessoas que vivem socialmente marginalizadas ou abandonas. Nestes casos, o profissional pode atuar com seres humanos que são dependentes químicos, com crianças ou adolescentes abandonados ou que sofrem de maus tratos, pessoas em situação de perigo social ou de extrema pobreza, presidiários etc.

O assistente social é um verdadeiro herói que luta contra a desigualdade e as três principais frentes de atuação são: na assistência direta a pessoas socialmente necessitadas, na formulação de políticas sociais aos órgãos e na pesquisa e implementação de projetos que visam diminuir a desigualdade e os problemas sociais.

Além disso, o profissional também pode atuar em entidades, escolas, centros de saúde, sindicatos e creches.

Com a consciência corporativa perante a valorização de funcionários, criou-se um novo ramo de atuação para o assistente social. As empresas estão se transformando e entendo a importância de valorizar o funcionário e a qualidade de vida das pessoas que são impactadas direta e indiretamente pelo ramo de atuação da empresa.

A conduta responsável e a importância do impacto socioambiental permitem que os assistentes sociais trabalhem para a empresa em prol de projetos de apoio dessas áreas. Na área de Recursos Humanos, também foi aberto um ramo de atuação bem importante para o mundo corporativo: o profissional formado em Serviço Social pode trabalhar com o objetivo de criar políticas e ações que valorização, atraem e retém pessoas dentro das organizações. Além disso, também pode atuar no auxílio às pessoas demitidas para que elas consigam recolocação no mercado de trabalho.

Comece seus estudos em Serviço Social

Se você acha que não tempo ou dinheiro para iniciar uma graduação, é porque você ainda não conhece a UNIP. Oferecemos cursos superior online e com mensalidades que cabem no seu bolso.

A graduação de Serviço Social on-line está aberta para início em 2020. Comece o ano investindo em você mesmo! Entre no nosso site , conheça mais sobre a nossa grade curricular e faça a sua matrícula.


Conheça as principais áreas que um administrador pode atuar

A área da administração é bastante procurada como curso de graduação pela sua ampla possibilidade de atuação em uma empresa. Desse modo, ser administrador possibilita ao graduado ter em mãos diversos caminhos para seguir e atuar no mercado de trabalho.

Assim, ele pode ocupar diversos cargos em diferentes áreas, e ser bem remunerado por isso. O curso dura em média quatro anos e o aluno sairá tendo conhecimento amplo para exercer diversas carreiras e crescer profissionalmente como administrador de empresas.

Conheça as seis áreas em que um administrador pode atuar e quais as responsabilidades de cada uma dessas funções:

Recursos humanos

A área de recursos humanos é uma das possibilidades de atuação do administrador. Sua função principal é fazer uma gestão eficiente de tudo que envolva a gestão de pessoas.

Isso envolve desde a seleção e contratação de mão de obra, treinamentos, planejamento da política de salários e carreiras, salários e folha de pagamento, demissões, entre outras funções.

Dessa forma, o bom desempenho da empresa depende justamente desse profissional. Ele é quem será responsável por atrair todo o capital humano de que a empresa necessita para produzir e manter boa margem de lucro.

Planejamento estratégico

Um administrador também pode atuar fazendo o planejamento estratégico da empresa. Isso significa que ele é responsável por identificar possíveis falhas e oportunidades de crescimento dentro de uma empresa.

Para se tornar um gestor estratégico, é preciso muita criatividade e ser um visionário. Ou seja, traçar planos de ações pertinentes que possam dar suporte para atingir as metas estabelecidas.

Logística

Muitas empresas necessitam de administradores que cuidem da parte logística da empresa. Esse profissional fica responsável por planejar recebimento de matéria-prima, pela entrega de produtos, estocagem, gestão de frotas, distribuição, entre outras atribuições.

O senso de organização dos administradores é primordial para essa função. Esse é um setor que não pode falhar, e os administradores atuam justamente na otimização do trabalho logístico dentro da empresa.

Administração financeira

O administrador financeiro é o responsável por controlar todas as finanças da empresa. Ou seja, essa é uma função que exige muita responsabilidade. Em contrapartida, os saláriospara quem atua nessa área costumam ser bem generosos.

Afinal, esse profissional é responsável por cuidar dos números da empresa, isto é, tudo o que envolve movimentação de valores. Fica sob sua responsabilidade controlar entradas no caixa, gastos, custos, investimentos, média salarial, entre outras movimentações importantes que fazem parte de uma organização.

Administração de produção e operações

A principal função de um administrador de produção e operações é garantir o bom funcionamento da cadeia produtiva da empresa. E, para que isso seja possível, o administrador deve prezar pela qualidade, otimizar a execução dos trabalhos e manter a eficiência no setor.

Por isso, é importante que o gestor da produção esteja atento a toda cadeia produtiva e forneça os insumos e ferramentas necessários para que as metas de produção sejam atingidas.

Empreendedorismo

Muitos profissionais apostam na criatividade e buscam soluções inteligentes para atrair clientes e estabelecer uma empresa no mercado. Se você sonha em ser um empresário e administrar sua própria empresa, ser empreendedor pode ser a sua opção ao terminar um curso de graduação em administração.

O empreendedorismo é uma área que atrai profissionais visionários que aproveitam as oportunidades para criar uma empresa e fazê-la crescer. E, com uma formação universitária, você terá muito mais conhecimento técnico para gerir um negócio e fazer com que uma empresa se destaque no mercado.

Quer conhecer mais sobre o curso de Administração? Entre no site da UNIP e fique por dentro da matriz curricular e da quantidade de conhecimento que você vai obter ao escolher o curso de Administração.


Gastronomia: como está o mercado para essa área de atuação?

Um profissional da gastronomia pode trabalhar como cozinheiro, chefe de cozinha, administrador de estabelecimento ou inspetor alimentar. A área é abrangente, por isso o mercado para esta área de atuação está aquecido. Como as pessoas trabalham quase o dia todo, a demanda por bons serviços gastronômicos é constante.

O cargo mais almejado por estudantes de gastronomia é o de chefe de cozinha, que comanda cozinhas em restaurantes, hotéis, resorts, bufês, entre outros estabelecimentos. Ele concebe, planeja e executa cardápios, além de gerenciar outros cozinheiros. Por isso, é um profissional que precisa de diversos conhecimentos, que vão da história dos alimentos à liderança de pessoas.

Como está o mercado de gastronomia

Nos últimos anos o mercado de gastronomia teve uma considerável expansão. Novos nichos surgiram, o que exigiu novas expertises e proporcionou novas opções aos profissionais da área. Um exemplo são os foodtrucks, que diversificaram os serviços e auxiliaram o trabalho de microempreendedores.

O público hoje está mais exigente, conhece mais de gastronomia e deseja experimentar novos pratos e bebidas. Por isso, restaurantes, bares e lanchonetes passaram a demandar por mais profissionais qualificados. Quem possui conhecimento de gastronomia e consegue agregar qualidade a essas empresas tem emprego garantido.

Além desses estabelecimentos, a demanda por profissionais de gastronomia cresceu em hotéis, indústrias, hospitais e cruzeiros. Também há um grande mercado para quem deseja atuar com consultoria e prestação de serviço para eventos ou domicílios. Assim, o profissional possui meios para ter uma renda considerável.

O salário depende do cargo que o profissional ocupa, bem como da experiência e qualificações na área. Alguns profissionais se especializam em administração e atendimento, mas todos costumam dominar técnicas de preparo, segurança e higiene alimentar.

Carreira

Os cargos dentro da área de gastronomia costumam ser flexíveis para o aspirante. Para começar a trabalhar, basta que ele tenha paixão por cozinhar. Ele deve ter destreza para executar as mais diversas funções na cozinha e habilidades para atingir certo nível de qualidade nos pratos em um determinado tempo de preparo. Por isso, interesse e dedicação são fundamentais para o trabalho em gastronomia. O estudo e aprendizado devem ser constantes, através de cursos, workshops, leituras, vídeos e da convivência com profissionais experientes e de alto nível.

O domínio de diferentes técnicas, somado às habilidades em realizar pratos, irão oferecer vantagens competitivas para o profissional. No entanto, seja ele cozinheiro, aspirante a chefe ou administrador de estabelecimento, o estudo é fundamental.

Curso de gastronomia

Os interessados em ingressar na área de gastronomia podem fazer um curso de tecnologia em gastronomia, que permite atuação em diversos segmentos da área, nas mais variadas empresas.

O curso facilita a entrada em empresas comerciais ou não, autônomas ou integradas a escola, hotéis, clubes, entre outras empresas. Além disso, o diploma também ajuda a trabalhar em buffet, banquetes e distribuição de produtos gastronômicos, ou seja, o curso de gastronomia garante mais segurança, pois amplia a área de atuação.

Se você tem interesse no curso de Gastronomia, vale a pena conhecer a modalidade EaD. Saiba mais através da nossa página!


Pedagogia: quatro áreas que o profissional da área pode atuar

Pedagogia é a ciência dedicada à educação, em especial, em adequar um conteúdo informativo de acordo com as aptidões dos estudantes. O profissional que busca atuar nessa área deve, necessariamente, fazer o curso de licenciatura em Pedagogia.

O curso de licenciatura em Pedagogia é regulamentado pelo Ministério da Educação (MEC) que estabelece duração mínima de 3.200 horas, o que representa de 3 a 4 anos, inclusive o período de estágio obrigatório. O curso pode ser encontrado nas modalidades presencial, semipresencial e à distância. A maioria das disciplinas da licenciatura é da área de Ciências Humanas e, em grande parte, evidenciam métodos e novas tecnologias de ensino e práticas de administração e planejamento educacional.

O curso de Pedagogia está associado popularmente à atuação em salas de aula, porém há um vasto campo de trabalho. A seguir elencamos algumas áreas em que o pedagogo licenciado pode seguir carreira.

Escolas

O pedagogo tem uma forte atuação em salas de aula no papel de professor. Tem aptidão para lecionar para crianças desde a educação infantil, até as séries iniciais, passando inclusive, pela fase da alfabetização.

Pode trabalhar também, na educação de jovens e adultos. E nesta área está um desafio para o pedagogo, já que terá que readaptar as técnicas e métodos de ensino para atender esse diferente público. Outra alternativa de atuação de um pedagogo é na administração escolar, desempenhando funções de coordenação, direção e até de orientador educacional.

Empresas e Instituições sem fins lucrativos

Em empresas, o pedagogo pode atuar no desenvolvimento de habilidades e competências dos funcionários, no que envolve criatividade, trabalho em equipe, entre outras. Essas atividades visam melhorias no ambiente de trabalho que resultem em progresso no desempenho da empresa.

Em instituições sem fins lucrativos relacionadas à área da educação, o pedagogo pode coordenar projetos educacionais, estipulando os melhores métodos para a plena execução das atividades.

Educação especial

O profissional de Pedagogia pode desempenhar importante função na educação de portadores de necessidades especiais, por meio da aplicação de técnicas pedagógicas específicas para os diferentes tipos de deficiência. O ideal é que pedagogos desta área invistam em cursos de especialização para aperfeiçoarem seus métodos.

Pesquisa e tecnologia

A formação em Pedagogia possibilita atuar no ramo da pesquisa acadêmica. Explorar pesquisas em educação auxilia no desenvolvimento da profissão e na descoberta e estudo de novas metodologias educacionais, capazes de facilitar a assimilação de conteúdo dos estudantes.

Aliado a isso, o pedagogo pode contribuir na criação de programas e jogos que tenham como princípio a educação e o aprendizado.

Outras atuações

Psicopedagogia é um campo que une pedagogia e psicologia com o objetivo de identificar impasses no aprendizado de estudantes, para então, orientar quanto a adoção de diferentes práticas de ensino.

Nesse sentido, o profissional pode atuar em hospitais, instituições públicas e sem fins lucrativos, como também em consultórios particulares. O pedagogo pode trabalhar também em editoras, produzindo materiais didáticos voltados a crianças e adolescentes em fase escolar.

Gostou das possibilidades de atuação dos profissionais de Pedagogia? Então, entre no site da Universidade Paulista – Unip e conheça mais sobre esse e outros cursos.

Referências:

https://unip.br/Ead/ensino/semipresencial/pedagogia

9 áreas de atuação para quem se forma no curso de Pedagogia

https://www.catho.com.br/educacao/blog/quero-cursar-pedagogia-onde-posso-atuar/

Descubra quanto tempo dura o curso de Pedagogia


Tudo o que você precisa saber sobre o mercado de Educação Física

O Brasil ainda é um dos líderes mundiais de sedentarismo, mas está claro que cada vez mais pessoas estão despertando para a necessidade de adquirir saúde e bem-estar. Basta olhar ao seu redor a quantidade de gente frequentando academia, correndo na rua ou fazendo qualquer tipo de exercício. O que isso significa? Que essa tendência abre cada vez mais possibilidades para o profissional de Educação Física.

É justamente por estar tão conectada com a mudança de hábitos da população que esta área representa um enorme potencial para quem pretende cursá-la. Se você gosta deste nicho de esportes e saúde e quer ingressar em uma área com bastante emprego e áreas de atuação diversificadas, a Educação Física é o seu lugar.

Se você ainda estiver inseguro, não tem problema: neste artigo, você poderá conferir tudo o que precisa saber sobre o mercado de Educação Física.

Possibilidades diversas

Como supracitado, o grande barato da área de Educação Física é a possibilidade de trabalhar em diversos segmentos.

Além das academias, é possível atuar como professor de Educação Física no Ensino Fundamental/Médio ou fazer parte de clubes atléticos e assessorias esportivas. Para além, também é possível trabalhar em ambientes bem diferentes, como em empresas, através da ginástica laboral, ou de clínicas, a partir das avaliações físicas.

Profissionais de Educação Física também podem se especializar em esportes específicos, sejam eles individuais ou coletivos. Isso para não falar de outras tantas áreas, como crossfit, musculação, pilates, zumba, ioga e por aí vai.

Carreiras em alta

Entre as carreiras mais promissoras deste nicho, a de personal trainer naturalmente assume uma grande relevância. Este profissional atua principalmente nas academias, fazendo um trabalho personalizado de acordo com as necessidades de cada aluno.

Se você pretende ser personal trainer, tenha em mente que um trabalho multidisciplinar nesta área é indispensável. Portanto, conte com o apoio de profissionais como nutricionistas e fisioterapeutas através de parcerias.

Outra carreira em alta é na área de gestão, seja em uma academia ou mesmo em uma clínica. Naturalmente, esta posição é ocupada por profissionais que já possuem uma vivência maior na área.

Neste contexto, cada vez mais empreendedores estão prosperando com projetos voltados para esse segmento. Já pensou em abrir a sua própria academia?

Salários

Como estamos falando de áreas de atuação tão distintas, a remuneração costuma variar na mesma proporção.

De qualquer forma, é possível fazer uma estimativa. Profissionais no início de carreira costumam ganhar algo em torno de R$ 1,5 mil a R$ 2 mil. Conforme ganham mais experiência, este salário pode chegar na área dos R$ 5 mil. Já aqueles que atingem uma maior reputação na área – algo que hoje em dia também é impulsionado pela imagem nas redes sociais – pode extrapolar tais valores com tranquilidade.

Sendo assim, a Educação Física definitivamente é uma área que pode oferecer um direcionamento voltado para as suas habilidades e preferências pessoais, impulsionando uma carreira de sucesso.

Gostou do artigo? Se você ficou convencido a seguir carreira na Educação Física, não perca tempo: matricule-se na Unip agora mesmo!